Hoje, 23 de novembro de 2017

SAÚDE NAVAL e a Saúde do Idoso

   O sistema de saúde passou a preocupar-se com o processo de envelhecimento, devido ao fato de que as pessoas idosas correspondem a uma parcela numérica cada vez maior da população. De acordo com o Censo Demográfico de 2010, na cidade do Rio de Janeiro, 14,9% da população é de pessoas idosas, sendo considerada a segunda capital mais idosa do país (IBGE – 2010).

     É nessa faixa etária que se faz necessário o devido controle e rastreamento de diversas doenças crônicas. A grande maioria das patologias têm um ótimo resultado terapêutico, se diagnosticadas e tratadas no momento correto.

      O primeiro passo para um envelhecimento saudável é a procura de um médico generalista (clínico). Por ele, serão rastreadas as doenças mais comuns, realizados os exames físico, clínico e complementares, a fim de identificar possíveis alterações no organismo. Posteriormente, se o médico assistente julgar necessário, encaminhará o paciente para o geriatra, que é o médico especialista que cuida da saúde do idoso.
É importante ressaltar que envelhecimento não é sinônimo de incapacidade e dependência, mas de maior vulnerabilidade. Por isso, é preciso desenvolver uma cultura de cuidado, de forma sustentável e que atenda às necessidades dessa população. Cuidar da saúde do idoso é cuidar de quem um dia muito fez e ainda faz por nossa sociedade. A prevenção é o melhor caminho.
GM (RM2-Md) Renan Moreira Silva
Sanatório Naval de Nova Friburgo
Divisão de Medicina

     Fonte: Saúde Naval

Postado por: Lucio Lucena

Veja o blog; www.sacomucho.blogspot.com

Comentários fechado.

Publicações


Outros Links

Regionais


Secretaria da AVCFN

Telefones para contato:
(21) 99076-6701
(21) 99076-6585

Email:
gerente@avcfn.com.br

Fale conosco da AVCFN

faleconosco@avcfn.com.br

Pesquisar